- ITWORLDS -

Indústria 4.0 & IoT

As novas Ondas Tecnológicas

O que é Internet das Coisas?

A Internet das Coisas, ou IoT, refere-se a grupos de dispositivos digitais, como por exemplo sensores industriais ou remotas de campo, que coletam e transmitem dados pela Internet, geralmente a uma "cloud" (nuvem).

Definição de Internet das Coisas

Podemos definir como "Internet das Coisas", ou "IoT," um grande e cada vez maior conjunto de dispositivos digitais que operam entre redes de escala potencialmente global. Ao contrário da Internet normal (das pessoas), a IoT consiste apenas em sensores e outros dispositivos inteligentes. Entre seus usos estão a captação de dados operacionais de sensores remotos, a coleta de dados climáticos e controle distribuído e inteligente, dentre outros.

Por que a Internet das Coisas?

A IoT oferece maneiras novas e inovadoras para as organizações gerenciarem e monitorarem operações remotas, dados coletados e outros valores. Ela permite a supervisão de locais remotos, alimentando informações constantemente em aplicativos e armazéns de dados. O baixo custo das "coisas" permite a observação e o gerenciamento de atividades que anteriormente estavam fora de alcance. Com a Internet das Coisas, também é possível obter insights sobre eventos que já foram invisíveis, por exemplo, a correlação de padrões climáticos com a produção industrial, além disso, enviar sinais de CLPs diretamente as nuvens de Iot sem precisar que estes passem por diverosos outros protocolos.

Nosso sistema de MES, o numerA, já está pronto para IoT ! Saiba mais, entre em contato conosco.

O que é Indústria 4.0 ?

É um conceito de indústria proposto recentemente e que engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura. A partir de Sistemas Cyber-Físicos, Internet das Coisas e Internet dos Serviços, os processos de produção tendem a se tornar cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis.

Isso significa um novo período no contexto das grandes revoluções industriais. Com as fábricas inteligentes, diversas mudanças ocorrerão na forma em que os produtos serão manufaturados, causando impactos em diversos setores do mercado.

O termo indústria 4.0 se originou a partir de um projeto de estratégias do governo alemão voltadas à tecnologia. O termo foi usado pela primeira vez na Feira de Hannover em 2011. Em Outubro de 2012 o grupo responsável pelo projeto, ministrado por Siegfried Dais (Robert Bosch GmbH) e Kagermann (Acatech) apresentou um relatório de recomendações para o Governo Federal Alemão, a fim de planejar sua implantação. Então, em Abril de 2013 foi publicado na mesma feira um trabalho final sobre o desenvolvimento da indústria 4.0. Seu fundamento básico implica que conectando máquinas, sistemas e ativos, as empresas poderão criar redes inteligentes ao longo de toda a cadeia de valor que podem controlar os módulos da produção de forma autônoma. Ou seja, as fábricas inteligentes terão a capacidade e autonomia para agendar manutenções, prever falhas nos processos e se adaptar aos requisitos e mudanças não planejadas na produção.

O grande e maior impacto nos sistemas industrias será a integração total entre TI & TA, onde precisaremos derrubar tabus e fazer com que essa união traga apenas bons frutos para o crescimento da indústria.

E você e sua empresa ? Vão participar desse onda ? Clique aqui Agora e conheça nosso Programa 4.0 IN !